A Associação dos Docentes da Unemat (ADUNEMAT), representada pela presidente Sílvia Nunes, se reuniu na tarde de ontem (14) com o Diretório Central dos Estudante da Unemat (DCE), Associação dos Pós-graduandos (APG) e com o Sindicato dos Técnicos da Unemat (SINTESMAT) para discutir estratégias de mobilização em defesa da Unemat.

Durante a reunião, foram debatidas e encaminhadas estratégias de mobilização conjunta entre estudantes, técnicos e docentes para as próximas semanas, dentre elas, uma grande reunião ampliada para mobilizar todos os segmentos na efetivação de uma grande Assembléia Geral Extraordinária das categorias para o início do período letivo da Unemat. A reunião ampliada também terá o objetivo de definir  as estratégias que serão adotadas para contra-atacar os últimos ataques promovidos pelo governo de Mauro Mendes à educação pública de Mato Grosso.

É extremamente importante promover essa mobilização conjunta para uma reunião ampliada, inclusive pensando ja na construção de uma grande assembleia unificada em fevereiro, tendo em vista todos os ataques de Mauro Mendes à Unemat, enfatizou Sílvia Nunes, se referindo a última investida do governo junto ao STF que desobriga o Estado repassar os recursos garantidos por lei à universidade. Segundo ela, a reunião ampliada no dia 22, em Cuiabá, colabora na construção desse movimento, garantindo a discussão das estratégias que serão abordadas a partir de agora de forma conjunta.

Ao final da reunião, um informe oficial do Sindicato foi disponibilizado aos docentes, alunos e técnicos para o início da mobilização das próximas atividades. Confira o informe na íntegra: 

INFORMES REUNIÃO CONJUNTA ADUNEMAT, SINTESMAT, DCE E APG

Em reunião no dia 14 de janeiro de 2020, na sede da ADUNEMAT, segmentos da comunidade acadêmica discutiram os próximos passos para a mobilização em defesa da universidade. Durante as mobilizações que marcaram o final de ano de 2019, a comunidade acadêmica decidiu que há urgência em convocar uma Assembleia Geral Unificada da UNEMAT que terá como objetivo definir conjuntamente quais serão as estratégias adotadas para contra-atacar os ataques promovidos pelo governo de Mauro Mendes a educação pública de Mato Grosso, como a última investida junto ao STF que desobriga o governo do estado a repassar os recursos garantidos por lei à universidade.

Dentro dessa conjuntura, entende-se que para a realização efetiva dessa assembleia é necessário construir um movimento prévio de organização. Por isso, os segmentos estão convocando uma reunião ampliada com representantes da comunidade acadêmica que possam discutir estratégias de mobilização. Os encaminhamentos são os seguintes:

  • Presença dos diretores das subseções;
  • Dois ou três alunos por Campus como representantes (DCE e APG);
  • Participação dos diretores das seccionais do Sintesmat.

Para tanto, definimos que a reunião ampliada acontecerá na cidade de Cuiabá, no dia 22 de janeiro de 2019, a partir das 8 horas da manhã, com local a definir. 

PROGRAMAÇÃO DA REUNIÃO AMPLIADA – 22/01 – CUIABÁ

8h. Abertura e contextualização, inclusive com informe dos encaminhamentos jurídicos

10h. Discussão em GTs organizados a partir das categorias dos três segmentos

12h. Almoço

14h. Socialização das discussões realizadas nos GTs

15h30. Encaminhamentos

17h. Encerramento