A Associação dos Docentes da UNEMAT – Adunemat, disponibilizou na tarde de hoje (02) em suas redes sociais uma nota em defesa à liberdade de expressão e o direito de cátedra, assegurados pelo Art. 206 da Constituição Federal e pelo Art. 3º da Lei 9394/96 (LDB). A ação é decorrente dos fatos da última terça-feira (31), quando uma docente foi suspensa por três dias após expressar a sua opinião no Colégio Notre Dame de Lourdes, escola particular de Cuiabá. Durante a fala, que foi gravada e compartilhada em grupos de Whatsapp, a professora comenta sobre o desmatamento e a destruição dentro das terras indígenas, afirmando que “os garimpeiros e o presidente da república são a favor disso”.

Leia a nota na íntegra a seguir

Nota à Imprensa - Punição à Professora de escola privada de Cuiabá

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here