A greve que já dura 52 dias agora segue com apoio da Adunemat e do Fórum Sindical

O Sindicato dos docentes da Unemat (ADUNEMAT), declarou nesta semana apoio à greve dos professores da educação básica, que acontece em todo o Estado de Mato Grosso desde o dia 27 de maio. O apoio foi declarado por meio de campanha protagonizado pela associação nas redes sociais e por meio de uma grande campanha de BusDoor em Cuiabá;

Nas redes sociais cartazes, vídeos e gifs foram publicados com ataques direto ao posicionamento do Governo Mauro Mendes de não ceder aos acordos com a classe e, em contrapartida o governo renunciou amis de 3,4 bilhões dos mais ricos. O objetivo da campanha , segundo a associação, é apoiar as reivindicações dos professores evidenciando a necessidade do Estado assegurar na sua integralidade os compromissos com os professores e com a educação pública do Estado.

A paralisação dos servidores que já dura 52 dias, manteve na última semana, a decisão pela continuidade da greve nas escolas de Mato Grosso, baseada nas deliberações trazidas por delegados e delegadas das 15 regionais sindicais no Estado. Hoje o Sintep retoma à luta na rua, promovendo um grande ato na tarde desta quarta-feira. Segundo o Sintep, a greve da educação básica tem por objetivo assegurar o cumprimento da Lei 510/2013, que prevê um reajuste de 7,6% nos salários dos trabalhadores da educação, em 2019.

Além da ADUNEMAT, o Fórum Sindical do Estado de Mato Grosso também aderiu à campanha de apoio à Greve do Sintep.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here