E hoje recebi este documento.
Tem gente que chama estudante de vagabundo. Não, eu não sou vagabunda.
Tive que largar meu emprego ano passado para poder estudar no mestrado, algumas escolas e empresas não me contrataram por conta do mestrado. Eu sempre quis continuar meus estudos e irei até o fim da minha vida.
Mas já pensei em desistir (mas não irei) deste sonho, e voltar pra casa dos meus pais de onde sempre lutei pra sair, ter independência ….
Meus pais não me deixaram desistir, mesmo sendo aposentados, fazem o possível pra me ajudar, sempre fizeram…
Este ano eu não consegui a bolsa e pensei: “estou perdida”, na verdade, vez ou outra ainda penso que estou, quando preciso de um xerox e não tenho nem moedas, ou quando falta algo em casa e eu preciso usar as coisas dos outros.
Agradeço a Deus todos os dias por ter amigos que me ajudam.
Mas também peço, que este país melhore para que pessoas que passam por coisas assim como eu, não desistam dos seus estudos, dos seus sonhos.
As pesquisas são importantes para o avanço do país, apesar do presidente infelizmente eleito, andar a passos largos em sentido contrário, assinando cortes e contingenciamento absurdos para o desenvolvimento de uma nação. Seus eleitores não sabem ou nunca passaram por isso. São cegos, e como animais adestrados o defendem, mesmo com todas as provas aí mostrando o quão grotesco ele pode ser. Eu realmente ainda tinha esperanças de receber a bolsa da capes no ano que vem, pra fazer visitas frequentes à minha orientadora que é de Cuiabá mas que eu ainda não vi pessoalmente por falta de grana.
Ninguém quer bolsa pra esbanjar, quer bolsa pra estudar, ter condições de estudar. Parabéns aos envolvidos.
Que venha a próxima atrocidade.

Janaina Lima

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here